Moradias sustentáveis: empreendimento inovador traz gás natural, tomadas para carros elétricos e automação

11/03/2021 16h46
Categoria: Negócios

Assessoria

Em um mundo onde cada vez mais é necessário se dar valor a atitudes sustentáveis, a busca por empreendimentos inteligentes na construção civil tem aumentado. Nota-se especialmente aumento na demanda por opções que possuem certificações que atestem a sustentabilidade de seus projetos.

Um exemplo disso é o selo AQUA (Alta Qualidade Ambiental). Criado em 1974 na França com o nome HQE (Haute Qualité Environementale) é a ferramenta de certificação mais utilizada no mundo, com empreendimentos certificados na França, Alemanha, Inglaterra, Finlândia, Itália, Estados Unidos e Brasil. O selo garante que o processo de construção de um empreendimento tenha apresentado redução dos impactos gerados por uma obra ao meio ambiente, com pontos que vão desde a sua gestão até a entrega do imóvel.

Campo Grande tem um empreendimento com essa qualificação, trata-se do Vertigo, da construtora HVM. Ele é o maior prédio residencial do estado e o primeiro empreendimento de Mato Grosso do Sul a ter o selo AQUA. Pontos como reaproveitamento de água de chuva, torneiras com temporizador nas áreas comuns, coleta seletiva de lixo, sistema de aquecimento solar e energia fotovoltaica deram ao empreendimento essa certificação. Com um projeto inovador, ele traz ainda fechaduras digitais por biometria nos apartamentos, tomadas USB nas suítes, unidades prontas para receber automação, wifi nas áreas comuns e, ainda, disponibiliza tomadas para carros elétricos e bicicletas.

Além disso, um dos destaques do prédio é o uso de gás natural em todo o seu projeto. Segundo o gerente de incorporação Bruno Viana, ele será utilizado na totalidade do empreendimento tanto em áreas privativas quanto na área comum, exceto nos apartamentos do tipo studio, onde não haverá pontos de gás e os fogões deverão ser por indução. "Fizemos essa escolha porque entendemos que o gás natural tem muitos benefícios, como por exemplo, ser mais seguro, pois encanado, ele não precisa de reservatório dentro do empreendimento. Além disso, é um gás com valor mais interessante e, ainda, é uma opção mais ecológica, pois em sua produção não se utiliza o petróleo, como no gás GLP", pontua.

Em Mato Grosso do Sul, a companhia responsável pela distribuição do gás natural é a MSGÁS, empresa que hoje tem mais de 10.600 clientes. Para o diretor-presidente Rui Pires dos Santos, "A utilização de gás natural é, sem dúvida, uma das opções mais inteligentes do ponto de vista ambiental. É uma fonte de energia limpa, reduz em mais de 50% a emissão de CO2 durante a queima e tem aproveitamento total, emitindo menos poluentes na atmosfera em seu uso e transporte, pois dispensa o uso de caminhões na sua entrega, uma vez que ela é feita por meio de tubulação. Essa é uma vantagem tanto no que se diz respeito à poluição quanto para a mobilidade urbana." Ele completa ainda que empreendimentos como o Vertigo consolidam uma nova mentalidade global, que valoriza o meio ambiente e a sustentabilidade, pensamento que está, inclusive, alinhado à missão da companhia, que busca fornecer produtos e serviços de energia que satisfaçam as necessidades dos clientes em segurança, sustentabilidade e confiabilidade.

COMENTÁRIO(S)