Menu feliz – alimentos que combatem a depressão

18/08/2020 13h22
Categoria: Saúde e Qualidade Alimentar

Gláucia Batista

A depressão é uma doença psiquiátrica grave marcada pela sensação permanente de tristeza, perda de interesse, alterações no sono e no apetite, além de muitas vezes ser confundida com ansiedade podendo levar até a pensamentos suicidas, acometendo todas as idades possíveis.

No Brasil quase 10% da população manifestam os sintomas, e isso só fez crescer durante o isolamento social, por medo de ser infectado, medo e incertas com o futuro profissional, sentimento de solidão, e por tantos outros motivos. Variando de sintomas que vão de fobias, ataques de pânico, transtornos obsessivos, cansaço, fadiga, estresse, tristeza profunda e ansiedade intensa. Por isso é tão necessário sempre um olhar atento para esse rebaixamento de humor e buscar alternativas para combater essa doença, e a alimentação mais uma vez está ligada a esta busca, trazendo sim muitos benefícios que nem imaginamos. Você não é só o que você come fisicamente como também é emocionalmente, pois já foi comprovado que os alimentos afetam diretamente o estado emocional.

Depende apenas das nossas escolhas para que este efeito seja positivo ou negativo, claro que a alimentação por si só não será o suficiente, mas com toda certeza não agravará o seu quadro clínico.

Ao consumir os alimentos certos, o processo de produção da serotonina e dopamina irá se acelerar, além da regulação da flora intestinal. Esses compostos são os responsáveis pela sensação de prazer, e boa parte da serotonina está no nosso intestino, assim as bactérias benéficas do nosso corpo farão o papel de regulação do intestino e humor.

Por isso quando a flora está em desequilíbrio a irritabilidade aumenta, sendo comum encontrar pacientes depressivos com problemas de gastrite nervosas, problemas gastrointestinais e úlceras.

E quais são esses alimentos que nos ajuda tanto não apenas para manter um corpo saudável, mas para a nossa felicidade? São eles: folhas verdes, frutas, em especial as cítricas, mel, leite e derivados desnatados, lentilha, feijão, arroz integral, pães integrais, batata doce, aveia, centeio, soja, castanhas, peixes, frutos do mar, ovos e azeite.

Cada alimento desse tem suas características especificas, não encontraremos todos os nutrientes em um único alimento, então sempre o ideal é o consumo de todos possíveis, que trarão benefícios como combate a ação anti-inflamatória, ação antioxidante, auxiliam como antiestresse, eliminam a tensão, prevenção de fadiga, selênio, zinco, cálcio, gorduras boas, fibras, e muitas vitaminas, aminoácidos e minerais que são estimulantes na produção da serotonina e dopamina, que como já vimos são as responsáveis pela sensação de felicidade.

É difícil encontrar alguém que não saiba quais alimentos fazem mal a saúde, e que consequentemente irão piorar o quadro depressivo. Então a dica é ir reduzindo o consumo das frituras, açúcares e gorduras ruins e ir incluindo aos poucos esses outros alimentos tão benéficos a saúde até que se torne um hábito e sua alimentação esteja balanceada e por fim tenha um verdadeiro menu feliz!

Gláucia Batista - Nutricionista especialista em Vigilância Sanitária e Controle e Qualidade de Alimentos - CRN 3 - 29670

COMENTÁRIO(S)