Nova Rui Barbosa receberá fibra ótica e pontos de wi-fi gratuito

22/02/2021 06h13
Categoria: Gerais

Assessoria

Campo Grande dará mais um passo para se tornar uma cidade moderna e inteligente. Como parte da requalificação da Rui Barbosa, a via receberá fibra ótica e pontos de wi-fi gratuito, permitindo que todos tenham acesso à internet de qualidade.

De acordo com a Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), além da Rui Barbosa, a região do microcentro também será contemplada com fibra ótica, totalizando 15 quilômetros de cabeamento.

O propósito é replicar o que foi feito na 14 de Julho, primeira via a passar pela requalificação do Reviva Campo Grande. Nesta rua, existem 30 pontos de wi-fi em locais estratégicos. Dados da Agetec mostram que, desde que foi ativada a rede na Rua 14 de Julho, foram realizados mais de 205 mil cadastros e 460 mil acessos.

“É uma continuidade do conceito de Cidade Inteligente implantado na Rua 14. A ampliação da rede municipal de dados proporcionará mais pontos de internet grátis ao cidadão, semaforização e iluminação inteligentes, além do aumento na cobertura do videomonitoramento. Isso facilitará a implantação de novos serviços digitais como os pontos de ônibus inteligentes, com wi-fi e itinerários em tempo real”, enfatiza Paulo Fernando Garcia Cardoso, diretor-presidente da Agetec.

Para ter acesso ao wi-fi municipal é preciso acessar a rede Conecta Campo Grande, abrir o navegador e fazer o cadastro. Em seguida preencha os campo de login e senha com os dados cadastrados. Depois é só aproveitar sua conexão de forma segura.

Cidade Inteligente

Com as inovações, a proposta da Prefeitura é transformar Campo Grande em uma Cidade Inteligente, conceito amplamente difundido em grandes centros urbanos, interligando as unidades de saúde, educação, segurança pública, assistência social, trânsito, obras públicas, administração, finanças e atendimento ao cidadão em uma rede de alta velocidade. Para isso, estão previstos dois projetos que envolvem a modernização tecnológica, um que engloba a prestação de serviços de elaboração de projeto técnico e implantação, gestão e suporte de infraestrutura de dados via fibra óptica; e outro para implantação da Central de Tecnologia, Inteligência e Monitoramento da Gestão Pública de Campo Grande. Ambos estão em processo de análise das empresas que demonstraram interesse em participar da seleção.

Cada contratação tem limite de até US$200 mil, recurso proveniente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As seleções servirão para atender o Programa Pró-Cidades, que envolve a implantação e o desenvolvimento de soluções e ferramentas tecnológicas para melhorar a prestação de serviços públicos. Em outubro de 2020, a Prefeitura Municipal assinou o contrato de R$27 milhões de financiamento com a Caixa Econômica Federal, uma operação de crédito na linha de financiamento Pró-Cidades na modalidade Modernização Tecnológica Urbana.

COMENTÁRIO(S)